Revista 2013.2 - Editorial

Caro leitor,

A Revista FFBusiness em 2013 entrou para o seleto grupo das publicações científicas que possuem o QUALIS/CAPES B5, após experimentar em toda sua existência a classificação Qualis C. Trata-se do inequívoco resultado de um trabalho baseado no planejamento estratégico da revista, cuja elaboração se deu em 2010, com foco na pontuação do Sistema QUALIS: normalização, publicação, circulação e visibilidade, autoria e conteúdo, e gestão editorial. Além das melhorias em sua versão digital, a Revista passou a se apresentar com um novo visual gráfico, na esteira das revistas nacionais com Qualis B e A.

Nesse sentido, dentro de sua principal missão, a 2ª Edição de 2013, resgatando sua periodicidade semestral, avança em sua incansável busca de melhoria contínua, trazendo seis artigos em áreas transversais: gestão do conhecimento, cultura organizacional e modelo de gestão, epistemologia do conhecimento, gestão da inovação, governança corporativa e economia estratégica.

O primeiro artigo, Gestão do conhecimento como ferramenta de inovação organizacional: um estudo sobre a indústria de alimentos, traz a análise das práticas organizacionais vinculadas à gestão do conhecimento na indústria alimentícia. O segundo trabalho, intitulado Cultura organizacional e cultura brasileira: um estudo de caso na empresa São Braz-Ce, buscou compreender, de forma dialógica, a influência das relações culturais, o modo de ser advindo das raízes brasileiras que se instituiu nas relações sociais gerais e, consequentemente, nas relações empresariais no cotidiano da empresa. Aqui, a noção de cordialidade, em sua consonância com a noção de dominação tradicional pensada por Weber (1991) foi o interesse precípuo.

O terceiro artigo, O pesquisador na esfera qualitativa: um estudo observacional sobre o filme área Q, propõe-se a identificar e analisar as características comportamentais do pesquisador por meio de uma análise observacional do filme Área Q, considerando a pesquisa qualitativa como metodologia de pesquisa. O quarto trabalho, Proposta de um programa organizacional de gestão da inovação, com um viés de propositura aplicada, realiza uma análise qualitativa comparativa de como se desenvolve um programa de gestão da inovação ideal em uma organização, mostrando as diretrizes e formas das quais se precisa saber e fazer para que exista uma gestão estruturada de todo o processo de inovação.

O quinto artigo, Melhores práticas de governança corporativa, objetiva identificar se as melhores práticas listadas pelo IBGC tem efetivamente aderência às companhias brasileiras trazendo benefícios às mesmas. Segundo o estudo, pode-se verificar que a adoção das políticas de Governança Corporativa descritas formalmente pelo IBGC proporcionam melhores avaliações às empresas. Acredita-se, seguindo os conceitos de finanças clássicas, que tais situações de valorizações decorrem da diminuição da informação assimétrica e o conflito de agência.

Por fim, no campo da economia estratégica, o artigo O impacto da estabilização econômica do Brasil nos bancos de varejo, quanto ao estabelecimento da sua estratégia, buscou evidenciar o entendimento das influências das diversas tentativas de estabilização do País, no período de 1970 a 2008, na atuação estratégica dos bancos de varejo.

Desejamos, nessa nova etapa da revista, um agradável passeio nas produções científicas disponibilizadas.

Editoria