Revista 2016.1 - Editorial

Caro leitor,

Nesta edição, os leitores são agraciados com o primeiro artigo que descreve como no pensamento administrativo brasileiro os problemas enfrentados no ensino e pesquisa em administração estão sendo discutidos

O segundo artigo, na área de tecnologia da informação, faz análise de como as estratégias de Governo Eletrônico influenciam as ações de Governança de TI nos órgãos da Administração Direta do Estado do Ceará.

No terceiro artigo, na área de marketing – comportamento do consumidor, objetiva-se analisar a relação dos consumos impulsivo, hedônico e utilitarista a partir do gênero e da orientação sexual.

Trazendo a temática do design thinking, o quarto artigo analisa como  essa ferramenta pode ser utilizada para a melhoria de serviços em uma Instituição Federal de Ensino Superior. No caso específico, sua aplicação no processo de Admissão de Servidor em Cargo Efetivo ou Contrato Temporário na Universidade Federal do Ceará.

O quinto artigo descreve a experiência de um grupo de pesquisa ao desenvolver um simulador de decisões de marketing, enquanto um projeto de produto educativo tecnológico.

O sexto artigo relaciona os conceitos da moda fast fashion e o seu impacto no mundo globalizado, fazendo análises relevantes, com o objetivo de conciliar esses conceitos, trazendo possíveis soluções para uma conscientização dos consumidores.

No penúltimo artigo, tem-se o diagnóstico das ferramentas/métodos utilizados nos mecanismos de transparência e controle e adotados pelo Poder Legislativo, e apresenta as diretrizes complementares baseadas na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a serem seguidas pelos gestores (Presidente da Câmara e Tesoureiro), Vereadores e Assessores Técnicos, na implantação do novo processo de divulgação das contas públicas.

Por fim, no último artigo, investiga-se como a moda cearense se alinha aos princípios norteadores da economia criativa – diversidade cultural brasileira, sustentabilidade, inovação e inclusão social – utilizando marcas autorais como sujeitos da pesquisa.

Boa leitura!

Editoria